Blog da Auto Europe


Rent a car Roma

Conduzir em Itália – “Zona a Traffico Limitato”

A forma mais fácil de um condutor ser multado em Itália é entrar acidentalmente numa ZTL. ZTL significa “Zona a Traffico Limitato”, ou seja, Zona de Tráfego Limitado. Esta é uma zona demarcada no centro de cidades italianas, em que há restrições de trânsito, sendo que normalmente só é permitida a entrada a viaturas de residentes e transportes públicos. A zona é assinalada por sinais de trânsito com um círculo vermelho sobre um fundo branco, por cima do qual é apresentada a indicação “Zona a Traffico Limitato”. Existem dois motivos principais pelos quais se entra acidentalmente nestas zonas, apesar da sinalização em contrário:

– Porque há outros veículos a circular na ZTL e a entrar na mesma. Tal sucede porque residentes locais e transportes públicos podem circular na Zona de Trânsito Limitado.

– Porque ia a seguir as instruções do GPS. Normalmente os GPSs apresentam o caminho mais curto para o seu destino, não reconhecendo necessariamente quando há zonas de tráfego limitado. É portanto necessário que se mantenha sempre atento à sinalética existente.

Depois de entrar numa ZTL, sempre que passar por uma das câmaras de trânsito, o seu veículo será fotografado. Isto significa que pode ser multado várias vezes num espaço de poucos minutos. Normalmente, se for multado ao volante de um carro alugado, a multa será enviada para o seu domicílio e a empresa de aluguer cobrará ainda uma taxa administrativa por cada multa.

Há quem considere o sistema da ZTL uma forma de fazer dinheiro à custa da ignorância de turistas, mas na verdade a função das ZTLs onde estas existem é a protecção dos centros históricos das cidades italianas, tanto contra a poluição como contra o desgaste, através da redução do número de veículos que aí podem circular. O importante para quem aí pretende conduzir é estar ciente da existência destas zonas e da sinalização a ter em conta para evitar o incumprimento.

Espero que tenha achado este artigo informativo. Caso tenha quaisquer dúvidas ou questões, pode sempre deixar-nos um comentário abaixo ou visitar-nos no Facebook ou Twitter.

Posted in Dicas, Itália. Bookmark the permalink.

9 Responses to Conduzir em Itália – “Zona a Traffico Limitato”

  1. Rui Pontes says:

    Boas, recebi hoje 2 multas por carta referentes a uma infração em florença por circular numa zona de trânsito limitado.
    São do mesmo dia, separadas de 12 minutos. Cada uma no valor de 179.02€. As multas são de 6/8/2011. Dizem que me foi notificado a 9/8/2012 (ou seja mais de 1 anos depois), notificação que não recebi. Dizem que tenho 30 dias para pagar evitando as sobrecargas previstas pela lei e possíveis medidas judiciais.
    Pelo que estive a ler em vários sites, a dita notificação tem que ser inferior a 360 dias após a multa, o que não aconteceu.
    Devo pagar? QUais a consequências?
    Obrigado.

  2. Boa tarde Rui Pontes,

    Infelizmente não tenho como dar-lhe informações concretas sobre essa questão. De facto, as notificações devem ser enviadas até 360 dias a cidadãos não residentes na Itália, mas daqui não temos informações suficientes para dizer como prosseguir no seu caso. Será melhor entrar em contacto directamente com a entidade emissora da multa e verificar com a mesma qual a melhor forma de resolver essa situação. Lamento imenso não poder ajudar com a sua pergunta.

    Atenciosamente
    Elisângela
    Auto Europe

  3. Charles says:

    Bom dia!
    Tem algum site onde eu possa ver os mapas das ZTL nas cidades? Vou viajar em setembro e li em diversos blogs sobre essas áreas com restrição de circulação.

  4. Bom dia Charles,

    Infelizmente não temos conhecimento de um site com informações sobre a Zona a traffico limitato (ZTL) em todas as cidades italianas. No entanto, sugiro que tente procurar por informações separadamente. Acredito que deverá ser possível encontrar informações mais detalhadas caso procure em cada uma das cidades.

    Atenciosamente
    Elisângela
    Auto Europe

  5. Charles says:

    Obrigado Elisandela!
    Acabei desistindo de alugar um carro, vou de trem mesmo rsrs um abraço e fica com Deus.

  6. Lineu Marcondes Guimarães Filho says:

    Boa tarde!
    Existe um site (em italiano) em que se pode encontrar as cidades da Italia com as Zona di Traffico Limitato (ZTL).
    O site é esse a seguir: http://www.accessibilitacentristorici.it/.
    Do ponto de vista prático, se não falar italiano, escreva o nome da cidade que interessa saber se tem ou não ZTL na primeira caixa de diálogo a esquerda onde se lê “cerca città” e a seguir clique ao lado em “cerca”. Logo aparecerá um mapa da cidade com a região da ZTL demarcada com sugestões para comer, dormir, pontos com câmera de fiscalização do tráfego, estacionar fora da zona limitada e visitar ( nesta ordem). Escolha estacionar ( Parcheggiare) e siga em frente. Vale lembrar que na cidade de Milão se pode circular neste centro sem ser multado comprando-se um Ticket no valor de 5 Euros que pode ser encontrado nas tabacarias ( Tabaccaio), pontos mais fáceis de serem encontrados, e em jornaleiros e ativado por telefone/ mensagem de texto até a meia-noite do dia de entrada no local demarcado com os telefones disponíveis no seguinte site: http://www.comune.milano.it/wps/portal/ist/it/servizi/mobilita/Area_C,
    Serviço de Sms al 339.994.0437 (24 ore su 24) con testo “PIN.targa”( texto com o número da placa do veículo)
    Call center: + 39.02.48684001.
    Espero ter contribuido para evitarmos o desagradável fato de sermos multados e principalmente para a preservação do belissimo patrimônio cultural italiano e por conseguinte, europeu.
    Abraço a todos.

  7. Marina Cruz says:

    Olá, descobri por outra pessoa o vosso site, e venho expor a minha situação, para que seja um alerta para quem viaje para fora de Portugal. Recebi ontem 4 multas de uma viagem de alguns dias que fiz a Roma em Julho de 2015, cada uma no valor de 194,72€ ( total de 778,88€) por ter entrado em zonas restritas de tráfego. Aluguei um carro no aeroporto na Europcar e como turista acho que devemos ser informados a priori destas situações, não? Se esta empresa está a prestar um serviço então não deveria informar os estrangeiros destas situações ou esta caça à multa é uma ajuda ao estado italiano? Bolas a viagem fica cara!
    Neste momento tenho a situação a ser analisada por advogados porque a ser verdade de a multa não poder ultrapassar os 360 dias, há diferenças de datas, pois apareceu para pagar no meu visa 182,00€ de as custos administrativos da Europcar por ter dado a identificação do condutor em setembro de 2015. Mais, nas cartas da Europcar diz que a Polícia pediu a identificação em Agosto 2015, ora agora nas cartas das multas diz o condutor foi identificado em Novembro de 2015…… Tanta diferença de tempo porquê?? São assim tão lentos a receber informações?
    Acho isto inadmissível, sendo assim mais vale deslocar-nos de táxi ou transportes públicos e quem sofre serão as empresas de aluguer de automóveis…..
    Enfim foi mais um desabafo…..

  8. Andrea says:

    Olá Marina, estou na mesma situação. A grande duvida…pagar ou nao pagar. Acho isto um abuso! estou mesmo inclinada para nao pagar, embora nao consiga ter relatos do que possa acontecer caso o faça.
    Vergonha!!!!

  9. Miguel Lopes says:

    Olá Andrea e Marina!
    Eu também estive em Florença, Luca, Bolonha em Abril e esses mafiosos também me andaram a fotografar. Também devo ter umas centenas de euros de multas e não vou pagar de todo!!! Era o que faltava. Já estive 3 vezes em Itália e se lá voltar a conduzir e for parado terei de pagar com agravamento segundo me disseram…das duas uma, ou não volto lá (o Mundo é bem grande 🙂 ) ou se voltar é de táxi e comboio.
    Os seus advogados já lhe disseram alguma coisa Marina?
    Cumprimentos

Deixe a Sua Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *