Blog da Auto Europe


Viajar em França

Conduzir em França – Informações básicas

Se se dirige a França este Verão, alugar um carro não é apenas uma forma económica de viajar, mas dá-lhe também máxima flexibilidade e um controlo total sobre as suas férias. Eis tudo aquilo que precisa de saber para tirar o maior partido das suas férias em França.

Em primeiro lugar, existem três tipos principais de estradas em França: autoroutes (indicadas pela letra A), estradas nacionais (indicadas pela letra N) e estradas departamentais (indicadas pela letra D). De um modo geral, independentemente do tipo de via, a rede rodoviária de França encontra-se em bom estado.

Caso o tempo não seja uma preocupação, recomendamos que utilize as estradas departamentais e nacionais, que são mais pitorescas que as autoroutes. Para além disso, poderá ainda poupar dinheiro nas portagens. Por outro lado, os limites de velocidade são mais baixos e terá de atravessar cidades e vilas em vez de conduzir à volta destas, o que implica ainda mais tempo perdido.

Se prefere optar pelo percurso mais eficiente entre o ponto A e o ponto B, as autoroutes são a melhor opção. A França tem mais de 9.000 km de auto-estradas, que ligam as principais cidades. A grande maioria destas auto-estradas têm portagens, sendo conhecidas em francês como “autoroutes à péage”. São, como mencionado acima, identificadas pela letra A e pelo respectivo número atribuído, mas algumas auto-estradas mais famosas têm também um nome próprio. Se viaja no Verão, poderá interessar-se pela autoroute du Solei (A6, A7), que liga o norte da França aos resorts solarengos da Riviera Francesa. Para quem viaja no Inverno, a escolha ideal poderá passar pela autoroute blanche (A40), que conduz aos principais resorts de Inverno, nomeadamente a Chamonix.

Existem dois tipos de portagens nas auto-estradas francesas. Em algumas paga-se uma taxa fixa, ao passo que noutras o preço depende da distância viajada. Esta segunda opção é a mais comum para grandes distâncias. Pagar as portagens é simples e funciona tal como em Portugal. Tira-se um bilhete à entrada da auto-estrada e paga-se à saida. É importante manter o bilhete num lugar seguro. Se o perder terá de pagar por toda a extensão da auto-estrada, mais taxas extra. Os métodos de pagamento aceites são dinheiro e cartões de crédito (cartões Maestro ou Visa Electron não são aceites).

Ao chegar às portagens, poderá observar que existe uma via rápida, mas não a deverá utilizar. Esta via rápida destina-se a veículos com dispositivos de pagamento electrónico (Télépéage).

Para que tenha uma noção dos preços, a A16 entre Calais e Paris custa 18,90 € e a A6 entre Paris e Lyon custa 32,90 €.

Caso conduza nas montanhas, é importante moderar a velocidade. As estradas de montanha não se encontram sempre em tão bom estado como as estradas do resto do país, mas são incrivelmente pitorescas e perfeitas para ver as vistas. No Verão, conduzir nas montanhas não implica cuidados especiais, mas se viajar no Inverno, poderá ser necessária a utilização de correntes de neve. Tenha ainda em atenção que a neve pode levar ao encerramento de algumas estradas. Quando for o caso, haverá sinalética a indicar se a estrada está aberta (ouvert) ou fechada (fermé).

Recomendamos que conduza sempre dentro do limite de velocidade, visto as multas para infractores serem pesadas. Radares fixos ao longo das estradas são bastante comuns, sendo indicados por sinais de trânsito a meio quilómetro de distância. Para além de radares fixos, também há radares móveis à procura de infractores.

Existem dois conjuntos de limites de velocidade em França, um para condução sob condições normais e um para condução sob condições de visibilidade reduzida.

  • Auto-estradas: 130 km/h (normal), 110 km/h (visibilidade reduzida)
  • Vias rápidas: 110 km/h (normal), 100 km/h (visibilidade reduzida)
  • Estradas principais: 90 km/h (normal), 80 km/h (visibilidade reduzida)
  • Zonas Urbanas: 50 km/h

Conduzir em cidades francesas não difere muito de conduzir em cidades portuguesas. É preferível evitar conduzir no centro de cidades, visto haver muito trânsito e as ruas serem relativamente estreitas.

Em cidades e excepto quando haja indicação em contrário, carros que venham da direita têm sempre prioridade (priorité â droite), mesmo que venham de uma via secundária para uma via principal. Algumas vias estão assinaladas como sendo prioritárias por um sinal com um losango amarelo, sendo que nessas a priorité â droite não se aplica. No entanto, a rua pode não ser prioritária em toda a sua extensão, devendo manter-se alerta para um sinal em forma de losango amarelo com uma barra preta, que indica o fim de prioridade.

Normalmente não é permitido virar à direita em semáforos, excepto se existir uma seta âmbar intermitente a apontar para a direita. Mesmo nesse caso, deve sempre dar prioridade aos veículos que já se encontram a circular nessa via.

O estacionamento em cidades francesas é normalmente pago (indicado por um sinal azul com a indicação “Payant”). Existem máquinas ao longo das ruas onde pode pagar pelo estacionamento, devendo deixar o bilhete no tablier, do lado do condutor, em local visível. O limite de tempo máximo é de duas horas.

Muitas cidades têm ainda parques de estacionamento. Apesar de estes serem normalmente mais caros do que estacionar na rua, são mais seguros e o tempo limite de estacionamento é maior.

É importante que não estacione de forma ilegal, visto além de poder ser multado, o carro pode ser também rebocado, o que resultará em ainda maior despesa e inconveniência.

Espero que tenha achado este artigo informativo. Caso tenha quaisquer dúvidas ou questões, pode sempre deixar-nos um comentário abaixo ou visitar-nos no Facebook ou Twitter.

*Estes valores são correctos em Julho de 2013, segundo o site da AA.

Posted in Europa, Regras Rodoviárias. Bookmark the permalink.

13 Responses to Conduzir em França – Informações básicas

  1. antonio morais says:

    gosava de saber qual a altura vertical que posso passar na portagem da auto estrada categoria 1 ou classe 1 , obrigado

  2. Caro António Morais,

    Acredito que os ligeiros da categoria 1 devem ter uma altura inferior a 2 metros para passarem nas portagens em França.
    Em Portugal essas viaturas devem ter uma altura inferior a 1.1 m. Para mais informações por favor veja os sites http://www.autoroutes.fr/en/vehicle-classification.htm e http://www.brisa.pt/PresentationLayer/conteudo.aspx?menuid=18.

    Com os melhores cumprimentos,
    Elisângela
    Auto Europe

  3. Barros says:

    O ano passado fui de ferias e nas auto estrada de frança ia a 138 km/h
    Ou seja ia a 8 km a mais
    Quando cheguei alemanha tinha no correio 3 multas de 45 cada
    Depois recebi mais 3
    Acho uma riubalheira visto que nós cá andamos até 10 km a mais e nao ha nenhum problema

  4. SARA PINTO says:

    Bom dia
    No próximo mês vou viajar para Paris e alugar um carro.
    Vão 3 crianças comigo de 4, 8 e 11 anos.
    Todas elas necessitam de cadeirinha/ assento?
    Obrigada
    M. Cumprimentos
    Sara Pinto

  5. Cara Sra. Sara Pinto,

    De acordo com as leis da UE, todas as crianças com menos de 1.35 m e menos de 12 anos devem utilizar a cadeirinha apropriada quando viajam de carro. Para informações mais detalhadas, por favor entre em contacto com o nosso departamento de reservas através do número verde para Portugal 800 780 088 (grátis de telefones fixos) ou pelo email ptres@autoeurope.de.

    Atenciosamente,
    Elisângela
    Auto Europe

  6. Carlos Cruz says:

    Vou viajar de Calais para Portugal alguem me sabe dizer quanto me vai custar em portagens? Desde ja agradeco a vossa ajuda

  7. Boa tarde Sr. Carlos Cruz,

    Infelizmente não tenho como informá-lo sobre o valor das portagens para o percurso pretendido. No entanto encontrei este website (http://www.viamichelin.pt/web/Itinerarios) que parece calcular o itinerário da viagem assim como os custos associados. O Sr. Carlos só precisa inserir os dados solicitados e calcular.

    Atenciosamente,
    Elisângela
    Auto Europe

  8. Nelson Baptista says:

    Bom dia, gostava de saber quanto pode ficar as portagens em França entre Dover e Irun?
    Obrigado

  9. Boa tarde Nelson Baptista,

    Infelizmente não tenho como informá-lo sobre o valor das portagens para o percurso pretendido. No entanto encontrei este website (http://www.viamichelin.pt/web/Itinerarios) que parece calcular o itinerário da viagem assim como os custos associados. O Nelson só precisa inserir os dados solicitados e calcular.

    Atenciosamente,
    Elisângela
    Auto Europe

  10. Luis Filipe says:

    Bom dia Mercedes vito de 9 lugares qual a classe de portagem em frança ?

  11. Jenifer Pinho says:

    Caro sr. Luis Filipe,

    muito obrigado pelo seu pedido, mas infelizmente não possuímos informação quanto às classes dos veículos ao passar pelas portagens em frança.
    Aconselharia a pesquisar pelo site oficial das portagens em frança, para poder obter essa informação.
    muito obrigado
    melhores cumprimentos,
    Jenifer
    Auto Europe!

  12. Carlos ribeiro says:

    Boa noite
    Moro na suissa e vou de ferias em Agosto a Portugal, tendo eu morada na suissa posso comprar o dispositivo electronico tipo via verde para as autoestradas francesas?

  13. Jenifer Pinho says:

    Caro sr. Ribeiro,

    muito obrigado pelo seu comentário.
    Infelizmente não possuo a informação sobre as formas de pagamento das portagens em França ou se eles também possuem algum tipo de dispositivo do género da “via verde” ou não.
    Aconselharia a pesquisar pelo site oficial das portagens em França, para poder obter esse tipo de informação.
    Eu encontrei este website que é da empresa responsável pelas auto-estradas em França: https://www.vinci-autoroutes.com/fr/formules-telepeage. Espero que o possa ajudar.
    saudações,
    Jenifer,
    Auto Europe.

Deixe a Sua Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *