Blog da Auto Europe


Brasília – A cidade planeada

A cidade de Brasília é fruto do crescimento rápido da economia nacional e da necessidade de criar um novo distrito federal governamental. Tendo sido inteiramente planeada, a cidade foi quase toda construída ao mesmo tempo, proporcionando-lhe uma aparência, no mínimo, marcante. Um design pós-guerra com edifícios maiores e melhores, Brasília tomou a forma de uma ave gigante, com zonas diferenciadas para diferentes sectores e diferentes indústrias. Existe uma zona para bancos, uma zona para o comércio, uma para assistência médica e hospitalidade, edifícios do governo e departamentos de serviços sociais.

Uma vez que a cidade se situa nas terras altas e longe das outras cidades costeiras mais populares, Brasília desenvolveu um estilo cultural muito próprio. Apesar de nunca ter pretendido ser um destino turístico, ao longo dos anos a capital brasileira tem vindo a fornecer aos seus visitantes uma nova perspectiva sobre o estilo de vida nacional, o que atrai cada vez mais os turistas.

O que ver e fazer

A arquitectura é uma das principais atracções da cidade, e poderá ver fantásticos exemplos um pouco por toda a cidade. Basta dar um passeio a pé ou apanhar o metro e passar pelos vários distritos, onde poderá deslumbrar-se com as mais impressionantes obras arquitectónicas abstractas e pós-modernas.

Palácio do Planalto

O Palácio do Planalto foi desenhado por Oscar Niemeyer, um dos mais proeminentes arquitectos brasileiros, e merece uma visita. Desde as suas linhas curvas exteriores às suas lustrosas colunas e rampa curva arrebatadora do seu interior, o Palácio é um dos melhores exemplos da arquitectura modernista do mundo.

Memorial Juscelino Kubitschek

Este memorial, onde a figura de Juscelino Kubitschek se ergue imponente sobre a cidade, foi inaugurado a 12 de Setembro de 1981 e é mais uma obra do engenhoso Niemeyer. Além do túmulo de Kubitschek e um museu dedicado ao mesmo, no monumento encontram-se exposições interessantes sobre a cidade que o então presidente imaginou e viu ganhar vida, incluindo os planos iniciais, fotografias da construção e outros materiais que ilustram a história de Brasília. Ao redor do monumento poderá admirar obras de arte de escultores contemporâneos.

Congresso Nacional

Congresso Nacional

Outro marco da arquitectura moderna é o par de edifícios onde se situa a Câmara dos Deputados do Brasil e o Senado, para os quais Niemeyer escolheu dois modelos contrastantes. Para os dois edifícios já mencionados, o arquitecto criou duas cúpulas, uma côncava e uma convexa, separadas por duas torres (onde ficam os escritórios). Estes fotogénicos edifícios estão rodeados por um extenso relvado com um espelho de água e os visitantes poderão assistir algumas sessões plenárias.

Supremo Tribunal Federal

Quando Brasília se tornou capital federal, o Supremo Tribunal Federal passou a ocupar o edifício principal na Praça dos Três Poderes. Desenhado também por Niemeyer, o edifício é suportado por pilares laterais que parecem mantê-lo no ar, dando a impressão de estar a flutuar. O seu desenho é uma derivação das colunas do Palácio da Alvorada, e em frente ao Tribunal encontra-se “A Justiça”, uma escultura feita pelo artista plástico mineiro Alfredo Ceschiatti. Esta obra em granito, de mais de 3 metros de altura, representa a deusa grega Themis, conhecida pela sua grande faculdade perceptiva e julgamento perceptual.

Praça dos Três Poderes

Praça dos Três Poderes

Desenhado por Lucio Costa em 1957, esta praça é como o nome mesmo sugere, o lar dos três poderes da República: o Palácio do Planalto (Executivo), o Supremo Tribunal Federal (Judicial) e o Congresso Nacional (Legislativo); inseridos num triângulo equilátero, que representa a autonomia e a igualdade entre os poderes.
Na praça encontram-se obras importantes, como “Os Dois Candangos”, de Bruno Giorgi e não muito distante poderá visitar o Museu Histórico de Brasília e o Panteão da Liberdade, o Palácio dos Arcos e o Mastro da Bandeira, onde a bandeira nacional flutua a 91 metros do chão.

Estádio Nacional de Brasília – Mané Garrincha

O Estádio Mané Garrincha é o segundo maior estádio do país. Com uma área construída de 218,8 mil metros quadrados, este complexo multi-usos tem uma capacidade superior a 70.000 espectadores, podendo receber os mais importantes eventos desportivos e culturais. Durante o Mundial de Futebol em 2014 o Mané Garrincha recebeu sete dos jogos da competição e prepara-se agora para receber algumas partidas de futebol, tanto da fase inicial como fase final dos Jogos Olímpicos de 2016.

Torre de Televisão

Torre de Televisão

A Torre de Televisão, com os seus mais de 220 metros de altura, é o ponto mais alto da cidade e o melhor lugar para quem pretenda ver a cidade de cima, também devido à sua localização privilegiada no Eixo Monumental Oeste. O acesso ao mirante, a 75 metros de altura, é gratuito e desde aí os visitantes poderão desfrutar de uma vista deslumbrante sobre Brasília. Aqui encontra também o Museu Nacional de Gemas, assim como uma feira tradicional de artesanato.

Panteão da Pátria

Criado com o intuito de homenagear os heróis da pátria, que acreditaram e lutaram pelos ideais de liberdade e democracia, o monumento foi concebido aquando da morte de Tancredo Neves, o primeiro presidente brasileiro a ser eleito democraticamente depois de duas décadas de regime militar. Entre os nomes dos homenageados encontra-se o de Tiradentes, o Patrono Cívico da Nação Brasileira.

Lago do Paranoá

Lago do Paranoá

O Lago de Paranoá é um lago artificial desenhado pela Missão Cruls e construído juntamente com a cidade durante o governo de Juscelino Kubitschek. O lago foi criado com o objectivo de, além do contributo paisagístico, aumentar a humidade da região. À volta do lago encontram-se praias artificiais como a Prainha e o Piscinão Lago Norte, vários bares, restaurantes e áreas de lazer. Graças às suas águas limpas, tem-se tornado um destino muito popular para a prática de desportos náuticos e pesca.

Palácio da Alvorada

Uma das obras arquitectónicas mais relevantes de Brasília, o Palácio da Alvorada foi a primeira construção de alvenaria na capital. Desenhada por Oscar Niemeyer e inaugurada a 30 de Junho de 1958, a residência presidencial é conhecida pelos seus pilares brancos, que também fazem parte do Brasão do Distrito Federal. O Palácio foi nomeado pelo seu primeiro habitante, o então Presidente Juscelino Kubitschek, que ao ser questionado sobre a razão para ter escolhido este nome respondeu: “Que é Brasília, senão a alvorada de um novo dia para o Brasil?”.

Pontão do Lago Sul

O Pontão do Lago Sul é uma área de recreação localizada nas margens do Lago Paranoá e oferece um grande número de restaurantes, bares, quiosques, parques para crianças, feiras, exposições, eventos desportivos, entre outros. Aberto desde 2002, este centro de entretenimento faz parte do Projeto Orla, uma iniciativa que tem como objectivo principal impulsionar o turismo cultural e gastronómico em Brasília.

Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida

 

Catedral Metropolitana Nossa Senhora AparecidaUm dos marcos mais famosos da cidade, esta catedral circular original foi projectada por Niemeyer e concluída em 1970. As suas 16 colunas curvas de concreto erguem-se em direcção ao céu e formam uma coroa que adorna o telhado de vidro. O efeito da luz natural no interior é simplesmente espectacular. À entrada da catedral encontram-se as quatro grandes estátuas que representam os quatro evangelistas.

Jardim Botânico

Uma visita ao Jardim Botânico de Brasília é quase que obrigatória, principalmente se quer aprender algo mais sobre o ecossistema cerrado brasileiro. Com uma extensão de cerca de 500 hectares, no coração da cidade, este foi o primeiro jardim no mundo cujo objectivo era claramente preservar os recursos genéticos. O jardim botânico promove a conservação da fauna exótica do Cerrado, através de pesquisas, educação ambiental e opções de lazer orientados nesse sentido.

Museu da Cidade de Brasília

Inaugurado a 21 de Abril de 1960, este é o museu mais antigo da cidade e fica localizado na Praça dos Três Poderes. Considerado um marco histórico, a abertura do Museu da Cidade representou a transferência oficial da capital federal para Brasília (anteriormente era o Rio de Janeiro).

 

Posted in Viagens. Bookmark the permalink.

One Response to Brasília – A cidade planeada

  1. Pingback: Sobre o Rio 2016 | Blog Auto Europe

Deixe a Sua Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *