Blog da Auto Europe


5 monumentos verdes em Itália

5 monumentos verdes em Itália

Ao organizar uma viagem, muitas vezes temos de consultar um guia de viagens para decidir que locais e monumentos devemos visitar. Se, por um lado, não podemos perder as obras de engenho humano que, aos longos dos séculos resultaram em verdadeiras obras de arte, por outro lado, começamos a apreciar cada vez mais a artista que é a Mãe-Natureza e as suas obras naturais existentes um pouco por toda a parte.

Entre as obras da natureza mais belas, as árvores são das mais majestosas. Estes seres vivos podem viver por milhares de anos e são testemunhas silenciosas de inúmeros eventos nas suas longas vidas. Para registar e promover este património, tem havido o cuidado em registar as árvores monumentais, famosas pelo seu tamanho, idade ou, simplesmente por terem testemunhado acontecimentos históricos importantes. Algumas destas árvores também ficaram famosas através de poemas ou de pinturas. Estas guardiãs da história podem ser vistas em muitas regiões da Itália. Para começar, vamo-nos concentrar em 5 destes lugares famosos que pode visitar e admirar.

A rainha das oliveiras

A nossa viagem começa em Luras, na Sardenha, a cerca de 25 km de Olbia. Aqui podemos observar a rainha das oliveiras, S’Ozzastru, estimada entre 3000 e 4000 anos de idade, com uma circunferência de aprox. 12 metros e uma altura de aprox. 14 metros. Venerada pelos habitantes locais, S’Ozzastru, foi declarada um monumento natural em 1991 e faz parte da lista das 20 árvores italianas mais antigas, sendo uma forte representante da Sardenha.

A castanheira dos 100 cavalos

A excursão entre ilhas leva-o desde Sardenha a Sicília,  ao Parque Nacional do Etna, situado dentro do território da cidade de Sant’Alfio (CT). Conhecida botanicamente como “Castanea sativa Miller”, mas mais famosa pelo nome de “Castanheira dos 100 cavalos”, esta árvore tem aprox. entre 3000 e 4000 anos de idade. O seu imponente tronco possui 22 metros de largura e praticamente os mesmos metros de altura. O seu nome tem origem numa lenda local segundo a qual, no século XIV, a raínha Joana I de Anjou, juntamente com 100 cavaleiros, encontraram abrigo de uma tempestade súbita e violenta nos ramos desta árvore.

O Plátano gigante

Da Sicília seguimos para Calabria, mais precisamente para a província de Catanzaro, situada no município de Curinga. Aqui podemos ver um plátano gigante, com 18 metros de circunferência, e cuja idade é difícil de estimar, mas que se pensa ter pelo menos, 1000 anos de idade. Foi provavelmente plantada por monges da ermida vizinha de Sant’Elia e está situada numa densa floresta de pinheiros.

A Faia de São Francisco

Agora dirigimo-nos em direcção a norte, para o centro de Itália, onde iremos encontrar uma árvore cujo seu nome se pensa ser em homenagem a um dos santos mais amados do mundo, a Faia de São Francisco. A árvore está localizada em Rivodutri, uma pequena cidade na província de Rieti. A árvore possui 2 metros de largura e 9 metros de altura. A lenda ligada a esta árvore de 250 anos de idade remonta à vida de Poverello de Assis. Acredita-se que a forma dos seus ramos torcidos tenha sido causada pela própria árvore, ao dobrar-se para dar abrigo ao santo durante uma violenta tempestade. A forma é bastante peculiar para uma árvore em que normalmente crescem ramos longos e delgados.

As mais belas Sequóias

E terminamos a nossa visita aos monumentos verdes de Itália, num parque urbano: em Turim encontramos o parque Leopardi, um pequeno e não particularmente famoso parque que, ainda assim, é o lar de um número considerável de árvores de grande porte. Aqui pode ver plátanos, ulmeiros, castanheiros e, finalmente, duas belas sequóias. As árvores são de dimensões colossais, com 35 metros de altura e com um tronco de até 5 metros de largura. As árvores datam do início de 1900, mas ninguém conseguiu descobrir qual foi o jardineiro que as plantou.

Planeie o seu aluguer de carros com a Auto Europe e descubra estas maravilhosas árvores em Itália, monumentos verdes cheios de vida, de idade e de história. E, depois, conte-nos como foi! 🙂 Boas férias!

Posted in Férias, Top 5. Bookmark the permalink.

Deixe a Sua Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *